Competência técnica, transparência e experiência em negociação defendendo os participantes - as marcas da CHAPA 2

 Quando pensamos em aposentadoria, a principal sensação que queremos sentir é de tranquilidade. Dedicar-se a filhos e netos, cuidar da casa, ir pra roça, contribuir com alguma causa, sair pra pescar, viajar, fazer tudo o que não tinha tempo para fazer… Enfim, ficar confiante.

Pois é tudo o que não temos tido. Estamos sendo surpreendidos com notícias que ameaçam impactar nossas vidas. O pior, ouvimos falar de intenções da Patrocinadora, da Forluz e, nos últimos 6 anos, desde que coletivo, Sindsul e AEA passaram a gerir sozinhos os conselhos, só ficamos sabendo — quando sabemos! — do que já foi votado. Um triste exemplo foi a votação de outubro do ano passado na Cemig Saúde.

Todo dia temos um solavanco. Um dia descobrimos que Cemig e Forluz querem fazer modificações em nossos planos na surdina. Outro dia descobrimos que a Forluz quer vender o Júlio Soares, que terceiriza investimentos em renda fixa. Em renda fixa! É bom? É ruim? Não temos informações suficientes para opinar. Agora alteraram a taxa de juros do Plano A, alguém viu algum estudo?

E o que fazem os conselheiros eleitos? Às vezes ficam bravos quando são questionados por que não levam os assuntos para debate, respondem que “o assunto é técnico, vocês não vão entender”. Mas quando as eleições acontecem, ficam muito “ativos”, denunciam, justificam, e até disponibilizam atas de forma “seletiva”, que foram tantas vezes negadas.
  
Quando votamos, esperamos que os representantes eleitos sejam confiáveis, transparentes, tecnicamente preparados, comprometidos com os participantes e com a perenidade da Forluz. 

Onde está a tranquilidade que buscávamos? A transparência? Quem já está aposentado não sabe como vai ficar seu benefício. Quem é ativo não tem ideia de como suas reservas estão sendo investidas e o que será da sua vida depois que parar de trabalhar.

Chega de enrolação! Queremos representantes que fiscalizem o que é feito na Forluz, transparentes, e que nos consultem quando houver alguma proposta de mudança. Queremos ter acesso aos estudos atuariais e queremos auditorias e assessorias independentes como era feito no passado. Queremos confiar em quem nos representa.
  
A CHAPA 2 tem os candidatos melhor preparados tecnicamente e experientes na defesa dos direitos dos participantes. A UNIÃO de todos em prol dos interesses dos participantes nunca foi tão necessária, e é o que buscamos.

Votar na Chapa 2 é reforçar a defesa da Categoria na Forluz com o apoio do Sindieletro, ABCF, Economistas e Psicólogos.

Essa é a grande oportunidade que temos de proteger nosso patrimônio!

Vote, apoie e divulgue: na FORLUZ, CHAPA 2 – RENOVAÇÃO e COMPROMISSO


COMO VOTAR NA FORLUZ


O período de votação vai das 8 horas do dia 8 de outubro de 2020 às 17 horas do dia 16 de outubro de 2020.

Todos os participantes que têm direito ao voto receberão uma senha pessoal e intransferível.

Os participantes ativos receberão a senha e as instruções de voto pelo e-mail corporativo.

Os participantes assistidos vão receber estas informações pelo e-mail cadastrado junto à Fundação e também pelos Correios.

Pela Internet
Acesse o Site das Eleições, clique no botão "Acesse e Vote" e siga as instruções.

Por telefone
Ligue para 0800-602-7550 e siga as instruções.