Cemig Saúde muda regulamento e não informa novos conselheiros eleitos. Veja carta solicitando documentos


No apagar das luzes dos mandatos dos antigos conselheiros, e em plena pandemia de Covid-19, foram realizadas alterações no regulamento do plano sem que os participantes fossem informados.

Os novos conselheiros eleitos até agora não tiveram acesso aos documentos com as alterações referentes a restrições coberturas de medicamentos não genéricos, pagamento pela Cemig Saúde de salário para o DRP, limitação de exames e demissões no interior do estado.

Os novos conselheiros eleitos tomaram posse no dia 24/06,  iniciaram seus mandatos em 01/07 e até o momento não tiveram acesso a nenhuma documentação, apesar de terem solicitado formalmente por e-mail no dia 01/07 e reiterado a solicitação no dia 08/07/2020. Sem acesso a esta documentação,  não têm como se pronunciarem e nem informarem os participantes.

Diante disso, novamente os conselheiros eleitos enviaram uma correspondência ao presidente da Cemig Saúde, Anderson Ferreira, solicitando os documentos. Veja abaixo.

Belo Horizonte, 13 de julho de 2020


Prezado Sr. Anderson Ferreira, Presidente da Cemig Saúde

Nós, conselheiros da Cemig Saúde, registramos este protesto pelo cerceamento ao acesso às informações inerentes às nossas atribuições estatutárias. Lembramos que na reunião de nossa posse, 25 de junho, o presidente do Conselho Deliberativo, Ronalde Xavier Moreira Júnior, informou que assim que iniciasse o mandato, a Cemig Saúde disponibilizaria acesso a todas as informações e documentos. No dia 1º de julho, primeiro dia do mandato, enviamos e-mail solicitando informações, e foi respondido que:

“Até o início da próxima semana enviarei a todos as orientações para acesso ao portal de governança da Cemig Saúde. Os documentos corporativos da Cemig Saúde, como estatuto, políticas, normas, regulamentos, materiais de reuniões, convocações, atas, são disponibilizados nesse aplicativo.”

No dia 8 de julho enviamos novo e-mail solicitando outras informações e reiterando a necessidade de acesso às informações. Observamos que neste curto período estamos sendo surpreendidos com notícias de alterações estatutárias e de restrições a reembolsos de medicamentos previstos no regulamento do plano.

Sabemos que a maioria das informações solicitadas está organizada e disponível em meio digital. Também é certo que a Cemig Saúde já deveria ter se precavido para que tivéssemos o acesso imediatamente após a posse, ou no máximo, no primeiro dia do mandato.

Isto posto, solicitamos que sejam tomadas as providências para a liberação imediata do acesso às informações solicitadas.


Atenciosamente,

Ana Paula Silva Ribeiro Rosa
Délio Vieira Gonçalves
Edvaldo Pereira da Silva
Marcelo Correia de Moura Baptista
Teresa Cristina do Prado Staccioli
William Franklin